Prefacio

O presente trabalho tem por finalidade apresentar a todos aqueles que se interessarem, ou necessidade tiverem, a oportunidade de usufruírem de um trabalho, se não completo, ao menos eivado de boa vontade, e principalmente, o mais próximo possível da realidade.
       Para tanto, despendemos no passado algumas horas de um bom papo com alguns pioneiros, bem como junto a pessoas que viveram momentos iniciais de nossa história. Foram conversas amenas e agradáveis que mantivemos com meu sogro, Domingos Marezi; com os Srs. Gildo Piovezan, Geraldo Marcato, Antonio Marafon, José Crespo, Antenor Calsavara, Leandro Viana de Souza, complementado por seus filhos Paulinho e Antonio Humberto,  e outros.
       Nosso trabalho foi complementado por pesquisas feitas pela Sra. Maria Aparecida de Brito, a professora Dirce, que não mediu esforços para melhor ilustrar os fatos, buscando fotos e maiores informações junto a outras famílias também tradicionais, o que é de grande valia para todos aqueles que se interessarem em conhecer a História de Cambira. Outra grande colaboradora foi a Profª Eleuza Teles da Silva, professora de História e Secretária Municipal de Educação, coordenando várias pesquisas através de trabalhos de seus alunos, visando levantar dados e preservar a memória do município.
A coordenação e o contato com os órgãos competentes do Governo Estadual estiveram a cargo de Antônio Robson Picoli, na época Secretário Municipal da Cultura, que autorizado pelo prefeito Laércio Barriquelo, complementou este trabalho com participação em sua área específica. Ressalte-se caber a ele o mérito principal pelo objetivo alcançado: a publicação da primeira edição desta obra.
       Temos ciência de que o assunto PIONEIRISMO é bastante polêmico, pois muitos são aqueles que se interessam pelo assunto, mas com uma acentuada intenção de projetar o nome de sua família como uma das principais pioneiras, mesmo que aqui tenham aportado posteriormente, o que tira muito da autenticidade dos fatos.
       No esforço histórico de Cambira a que nos propomos, dois fatores se destacam: Primeiramente, a descrição dos dados geográficos do município, que, embora a princípio imutáveis, não o são pelas ingerências políticas; e em segundo plano, mas também de fundamental importância para o conhecimento público, o histórico da formação e desenvolvimento político, econômico, educacional e social do município.
       Como a história não é estática, mas dinâmica, também este trabalho busca esta vocação: ser o marco inicial para um aprimoramento posterior, se alguém mais se dispuser a isto. Entretanto, algumas informações aqui contidas não poderão sofrer alterações: são os pronunciamentos fiéis daqueles que vivenciaram os fatos, no-los narraram e já deixaram o nosso convívio, porque são narrativas atinentes à realidade de suas vidas, e também de nossa hist

Narciso Capeloto